quarta-feira, 2 de agosto de 2017

TROVAS DE AMARYLLIS

TROVAS DE AMARYLLIS SCHLOENBACH

ESTE AMOR QUE É MEU TORMENTO
BATE EM CASA ABANDONADA...
RESPONDE, NA VOZ DO VENTO,
SOMENTE O ECO, MAIS NADA!

O MEU SOFRER NÃO PRESSENTES
PORQUE CHORO ENQUANTO RIO,
E AFOGO MEUS BEIJOS QUENTES

NO COPO DE BOJO FRIO!

Nenhum comentário: